Pedro Cabrita Reis no Centro Galego de Arte Contemporânea

Com a curadoria de Susana González e Santiago Olmo chega ao Centro Galego de Arte Contemporânea (CGAC) a exposição do artista português Pedro Cabrita Reis: “WORK (always) IN PROGRESS”.

O projeto WORK (always) IN PROGRESS propõe um discurso sequencial que nos permite abordar os principais aspectos da obra de Pedro Cabrita Reis (Lisboa, 1956) através de séries representativas como Compostos, Lugares Favoritos, Jardins Verdadeiros ou Floresta num arco temporal de três décadas. A exposição é articulada por meio de cerca de trinta obras em conjunto com intervenções site-specific no exterior do edifício. As obras recolhidas dão conta da sua extensa produção artística.

O significado da obra de Cabrita Reis, implícito no título da exposição, é o resultado do seu olhar particular, numa permanente reflexão plástica e filosófica.

Nos anos oitenta, Cabrita desenvolveu regularmente uma pintura influenciada pelo neo-expressionismo e pela transvanguardia italiana, que ele combinou com o desenho, ao qual sempre esteve, e continua a estar, ligado.

Em 1992 participou na Documenta IX em Kassel e inaugurou uma exposição antológica no CAM da Fundação Gulbenkian em Lisboa. Participou das bienais de São Paulo e Veneza em 1994 e 1997, respectivamente.

O trabalho da Cabrita Reis denota atração construtiva através do uso de múltiplos materiais industriais e fora de uso. Ao longo de sua carreira, o uso de elementos estruturais de construção se restringe a um vocabulário de referências progressivas a paredes, colunas, escadas, poços ou casas, e a seus constituintes: vidro, tijolos, madeira, metais como aço, alumínio ou ferro, vigas, lâmpadas ou barras fluorescentes. Qualquer um destes componentes é susceptível de ser utilizado como forma de criação, mas também introduz pequenos objectos realistas, como um jarro, uma escada, um jarro ou uma camisa, elementos narrativos e imprevisíveis que, em primeiro lugar, perturbam a leitura do espectador e, posteriormente, tornam necessária a sua reconstrução.

Pedro Cabrita Reis

Pedro Cabrita Reis: Favorite Places #3, 2004. Fotografía: Panayotis Voumvaks

Cabrita é um dos artistas que têm em comum a reflexão sobre a escultura através do trabalho com materiais e elementos associados ao campo arquitetônico. No entanto, o seu trabalho apresenta uma visão particular do elemento construtivo, a partir da exploração de territórios metafísicos que se libertam de qualquer tipo de dependência ou subordinação política ou social.

Ao longo da sua carreira, tem feito uso de diferentes figuras arquetípicas: a casa, o poço, a mesa, a árvore ou a escadaria, que actuam como símbolos icónicos das formas primordiais, como construções exemplares de reconhecimento. Em outros trabalhos, Cabrita reconstrói o espaço colocando interferências na arquitetura através de elementos estruturais típicos da disciplina.

Cabrita pratica uma forma de pensar que se encontra entre premissas ontológicas e abordagens empíricas, relacionadas com aquilo que não é tão evidente e que alude à existência, à substância da natureza do ser. A base de seu trabalho está localizada na reflexão antropológica sobre o comportamento social através do espaço e do tempo. Mas, longe da perspectiva científica da análise sociológica, o método de Cabrita baseia-se na capacidade de conceber o mundo de forma simbólica. Para isso, utiliza uma engrenagem conceptual ligada às ideias filosóficas de transiência, existência e memória, reflectindo sobre o essencial a partir da evidência da finitude da vida.

 Pedro Cabrita Reis não pretende diagnosticar a sociedade, mas interpretá-la através de um processo criativo que transforma o velho em novo, a partir do primeiro. A sua intenção é sempre a progressão ascendente, um WORK (always) IN PROGRESSde uma postura melancólica de auto-consciência sobre a posição do homem diante da natureza.

A exposição pode ser visitada no Centro Galego de Arte Contemporánea até 2 de Fevereiro.

Síguenos en:

Post A Comment

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies