As doze aldeias históricas de Portugal parte II

Nesta segunda parte contamos-vos por que as seis aldeias seguintes são parte das conceituadas aldeias históricas de Portugal, situadas todas muito perto da fronteira com Espanha. Para além disso, recomendamos-vos onde ficar para ter uma estadia maravilhosa. Descobre as seis restantes no nosso post anterior.

Linhares da Beira

Villa medieval do século XII, situada na ladera noroeste da Serra da Estrela, possui uma variedade arquitectónica e artística inigualável, herança de diferentes épocas. Durante o reinado de Dom Dinis, se erigiu o Castelo que se converteu no símbolo do povo.

Linhares da Beira

Castelo Novo

Castelo Novo

Situado no coração da Serra de Garduña pertenceu à Ordem dos Templários, com D. Manuel I, interveio posteriormente neste povo, e seu legado reflete-se no legado arquitectónico medieval mas também são significativas as intervenções do período Manuelino ( século XVI) e Barroco (Século XVIII) como o conjunto arquitectónico do Longo do Pelourinho: Casa da Câmara e Cadeia e Pelourinho e da época Manuelina;  o Chafariz D. João V, do período Barroco. Também destaca seu castelo construído  a 650 m de altitude.

Castelo Novo

BELMONTE

Belmonte

Foto: Elisa.rolle

Situada na comarca de Cova da Beira e com vistas à encosta oriental da Serra de Estrela. Diz a tradição que o nome Belmonte procede do lugar onde se alça a aldeia (monte belo ou belo monte). Foi a terra natal de Pedro Álvares Cabral, o navegador, que no ano de 1500 comandou a segunda armada à Índia, durante a qual se descobriu oficialmente Brasil. A Belmonte chegou grande parte da comunidade judaica expulsa de Espanha e hoje subsiste uma importante população de origem sefardita. A presença romana no território tem a sua representação na impressionante Torre Centum Cellas.

 

Sortelha

Villa fortificada medieval, com carta foral concedida em 1228 por Sancho II, Em seu património histórico destacam, o Castillo, as muralhas e o pelourinho, numerosos edifícios medievales e do período manuelino, cuja conservação se viu favorecida pela progressiva deslocação da população.

Dois espaços fundamentais configuravam Sortelha. No ponto mais alto, situa-se o Castillo que era o pólo exclusivamente militar, bem marcado pelo perfil da Torre de Menagem; em seu interior ainda se pode ver a Cisterna, para o abastecimento de água e uma Porta Falsa. A muralha rodeia a colina em cujo seio se estabeleceu  a população da antiga vila.

ONDE FICAR

Para visitar estas quatro belas aldeias históricas, recomendamos ficar na Pousada do Convento de Belmonte . A moderna Pousada mantém a herança histórica do Convento, cuja origem se remonta ao século XIII, com uma arquitectura em anfiteatro, implantada na encosta da Serra dá Esperança ao sul de Belmonte. Tem 24 quartos e todos eles têm o nome de um frailes e uma varanda com vistas à Serra dá Estrela.

Pousada do Convento

Monsanto

Situada ao nordeste das Terras de Idanha, aninhada na pendente de uma elevação escarpada – o cabeço de Monsanto (Mons Sanctus) Data da era paleolítica e conta com vestígios arqueológicos como um castro luso e restos visigóticos e árabes.
D. Afonso Henriques conquistou Monsanto aos Mouros e em 1165 doou-o à Ordem dos Templários, que a mandou edificar o Castillo. No século XIX, o Castillo medieval de Monsanto foi parcialmente destruído pela explosão acidental de munições. Junto às ruínas do castelo, recomendamos visitar as da Capilla de de S. Miguel do século XII, e a Capilla de Santa Maria do Castelo. Uma das curiosidades desta antiga aldeia é que suas casas estão incorporadas no granito.

IDANHA A VELHA

aldeas históricas de Portugal

Pequena aldeia situada à beira do rio Pônsul, pertencente ao concelho de Idanha-a-Nova, Idanha a velha foi fundada no século I a. C., na época do imperador Augusto. Durante a época romana e visigoda, teve o nome de Egitania e bastante importância histórica, deixando uma grande quantidade de património que se mantém até nossos dias. Foi um dos municípios que ajudaram à construção da ponte romana de Alcántara e entre os seus monumentos destacam também as muralhas, o castelo, a ponte sobre o rio Ponsul e a catedral visigoda, única no seu género na península Ibérica.

Catedral Idanha a Velha

ONDE FICAR

Para visitar estas duas últimas aldeias históricas, recomendamos ficar no Ó Fonte Santa Hotel, situado na zona Raiana, este hotel de luxo rural é o cenário idílico para uma escapada em família, romântica ou recuperar energias.

Descobre as outras 6 aldeias históricas de Portugal no nosso anterior post.

 

Síguenos en:

Post A Comment

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies