Cafés históricos de Lisboa

Lisboa é uma cidade com um charme inquestionável, com milhares de recantos para descobrir, o Tejo aos seus pés, as ruas estreitas de Alfama, edifícios decorados com azulejos históricos, o fado que ressoa na rua, a animação do Bairro Alto… poderíamos passar a vida inteira a falar das maravilhas da cidade da capital portuguesa, mas nesta ocasião vamos concentrar-nos nos Cafés Históricos de Lisboa, aqueles que viram a cidade crescer e assistiram a animados encontros culturais ao longo dos anos. Eis os nossos favoritos.

 A Brasileira

Cafés Históricos de Lisboa

Foto: Wikipedia

Localizado na Rua Garrett, 120, este café é provavelmente o mais famoso de Lisboa, não há turista que não pouse ao lado da estátua de bronze de Fernando Pessoa que dirige o terraço, feito pelo escultor Lagoa Henriques.

Foi inaugurado em 1905 com a pretensão de servir autêntico café brasileiro. Além disso, este café era frequentado não só por Pessoa, mas também por outras figuras ilustres da cultura portuguesa, como o pintor Almada Negreiros, que organizava animados encontros.

A sua decoração modernista ainda permanece intacta no interior. Um dos cafés históricos de Lisboa essencial para qualquer viajante que se orgulhe.

 

Café Nicola

Situado na emblemática praça do Rossio, o Café Nicola é um dos cafés históricos mais famosos de Lisboa e um dos mais frequentados desde o século XVIII, quando foi fundado pelo italiano Nicola Breteiro.

Passou por vários proprietários e actividades, até que em 1928 Joaquim Fonseca Albuquerque tomou conta dela e a reabriu a 2 de Outubro de 1929. A fachada exterior foi projetada pelo arquiteto Norte Júnior. No interior, a escultura em madeira, os ferros forjados e muitos lustres formaram a decoração.

O lugar sempre foi frequentado por intelectuais: escritores, artistas e políticos de renome. Alguns frequentavam tanto o café que se tornou a sua segunda casa, como foi o caso do poeta Manuel Maria Barbosa du Bocage.

Em 1935, o Café Nicola foi remodelado, dando-lhe um estilo moderno, deco e geométrico, fazendo a transição da década de 1930 para a de 1940. As pinturas foram substituídas pelas atuais, representando as mesmas cenas e pertencendo ao mesmo pintor.

Café pastelería Bénard

Cafés Históricos de Lisboa

Foto: TripAdvisor

Esta padaria abriu as suas portas em 1868, mas só se mudou para a sua localização actual na Rua Garrett em 1902.

Até à Segunda Guerra Mundial, o estabelecimento era essencialmente uma sala de chá onde se encontrava a alta sociedade portuguesa. Nos anos 80, quando perdeu a maior parte do seu prestígio, Benard foi vendido. O novo proprietário foi capaz de transformar o negócio em torno de sucesso, e hoje Patisserie Benard é mais uma vez uma cafeteria muito popular.

Possui um terraço ao ar livre ao lado de A Brasileira. Graças à sua localização no Chiado é visitado por turistas e habitantes locais, mas está menos lotado.

Versailles

Localizado na Av. da República 15-A foi fundado em 1922, tem o nome do famoso palácio francês e seu interior se assemelha a um dos quartos que fazem parte dela.

Espelhos enormes nas paredes e tectos trabalhados em que penduram lustres espectaculares, os detalhes art nouveau fazem parte da decoração que cria a atmosfera de um verdadeiro café europeu clássico, onde são servidos os mais variados bolos de Lisboa.

Este espaço oferece aos seus clientes bolos e doces caseiros, destacando os seus bolos de creme.

Grémio Literario

Situado na Rua Ivens número 37. O escritor Eça de Queiróz imortalizou para sempre o café Grémio Literário. Espaço cultural, clube privado, edifício praticamente desconhecido. O Grémio Literário, fundado em 1846 por nomes como Almeida Garrett ou Alexandre Herculano, é hoje um local fresco e exclusivo onde se serve um apetitoso brunch. Um dos Cafés Históricos  de Lisboa, mais desconhecidos especialmente para o turismo.

 

Síguenos en:

Post A Comment

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies