As tascas de Lisboa que mais gostamos

Se há algo de especial e característico de Lisboa, são aqueles pequenos restaurantes onde se podem saborear pratos típicos portugueses num ambiente acolhedor, longe de franchises, turistas e outras coisas alheias à magia intrínseca da capital portuguesa. Lugares para se sentir em casa. Aqui oferecemos-lhe uma pequena selecção das tascas de Lisboa das que mais gostamos.
Taberna das Flores
Situada na Rua das flores  76-78, esta pequena taberna fica muito perto do Largo do Chiado. Longas filas para entrar que já delatam que o que está a passar dentro vale a pena. A Tasca das Flores não aceita reservas por isso não resta outra opção que esperar para desfrutar do seu ambiente acolhedor e comida deliciosa. O menu é oferecido em cada mesa em um enorme quadro negro e nele podem ver-se os pratos do dia, todos genuinamente portugueses, percorrer a gastronomia do país de norte a sul com a comida mais típica, mas com um toque contemporâneo.
Tascas de Lisboa

Foto: Correio da Manhã

Destacam as amêijoas, o atum fresco e os sanduíches, embora seja possível que não encontre o mesmo prato duas vezes, pois são preparados com os produtos frescos do dia e, segundo a inspiração do chef, André Magalhães.

Tascas de Lisboa

Foto: Público

 

Nesta taberna também se podem comprar produtos artesanos comprados directamente aos produtores para que o custo seja mais baixo.

Zé dos Cornos

Situado no popular bairro da Mouraria, no Beco dos Surradores nº5Zé dos Cornos é um restaurante pequeno, simples e tradicional, com mesas e bancos de madeira, onde poder saborear os típicos petiscos portugueses como pataniscas, carapaus de escabeche e feijoada, entre outros, sempre acompanhados de vinho tinto português. Além disso, queijos e presuntos são muito ricos para serem servidos. A especialidade da casa: o entrecosto com arroz de feijão.

A família que administra a taberna Zé dos Cornos é de Ponte de Lima e se estabeleceu na Mouraria, onde o seu bar se tornou uma das tascas de Lisboa mais populares e autênticas.

Zapata
Situado na Rua do Poço dos Negros entre Sao Bento e Cais do Sodré, fica este restaurante típico e animado que serve produtos locais frescos e excelentes pratos de Marisco. Tudo preparado com uma elaboração simples, mas de qualidade. É recomendável saborear os vinhos locais  a um ótimo preço.
Foto: Icon Magazine
Não é raro ter que esperar por uma mesa, por tanto, pode ser uma boa ideia reservar. O melhor, que ainda não foi invadido por turistas e mantém intacto o seu charme de taverna de bairro, onde os clientes costumam ser em sua maioria locais.
Antigo 1o de Maio 
No coração do Bairro Alto, na Rua da Atalaia, 8 é esta taberna onde comida caseira portuguesa é servida em quantidades generosas e sempre com um tratamento amigável e próximo do bairro de toda a vida.
É um clássico do popular Bairro Alto de Lisboa, aberto há mais de 20 anos. Geralmente é frequentado por artistas e escritores tornou-se num lugar de culto. A sua decoração mantém os típicos azulejos portugueses e as mesas de madeira em um ambiente íntimo e aconchegante. Da sua ementa merecem especial destaque a açorda, a feijoada de porco preto ibérico e os Peixinhos da Horta. Também destaca a sua extensa lista de vinhos com preços aceitáveis. É uma das tascas de Lisboa das que mais gostamos.
Varina da Madragoa
Localizado na Rua das Madres 34-36 no bairro da Madragoa, é outro das tascas de Lisboa mais autênticas. A sua especialidade é o bacalhau cozido e sempre delicioso em variadas receitas. É considerada uma taberna mítica porque sempre recebeu a visita de inúmeros músicos, fadistas e por ter José Saramago entre os seus clientes habituais. Mas o nobel português, além de comer e jantar muitas vezes nesta taverna, começou aqui um dos seus romances mais famosos: “Ensaio sobre a cegueira”.
Uma parada a não perder se quiser comer bem, caseiro e barato em um bairro de Lisboa com muita tradição.

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies